O grande produtor: Deus faz acontecer

Enquanto estudante, Bruno Hessel, da ABU São Paulo (SP), participou de um Experimento Marcos como ator. Este ano, ele pode começar seu treinamento como diretor na apresentação de agosto da mocidade do Presbitério do Extremo Leste Paulistano, da Igreja Presbiteriana do Brasil. Bruno nos conta, na perspectiva de um diretor de primeira viagem, como foi:

“Desde o começo, da primeira reunião informativa, que foi uma pessoa que no fim não participou, a gente ficou meio assim [receosos]. Mas no fim deu tudo certo.

Fiquei muito nervoso antes do primeiro ensaio. O pessoal diz que está estudando, mas como podemos garantir? E apesar de tudo vi o pessoal repetindo as sequências e logo sabia que tinham dado conta e se esforçado. Isso é muito bom. Apesar de termos desistências, foi uma equipe que foi muito boa e conseguiu suprir os buracos.

Eu via o pessoal tendo dificuldades, esquecendo as falas, não se expressando tão bem, meio travados com fala e expressão corporal. Mas Deus realmente fez com que tudo desse certo, com que as coisas se encaminhassem apesar de nós sermos bem falhos. Ele fez tudo funcionar. Foi um negócio bem da hora, todo Experimento Marcos é um milagre acontecer e funcionar.

Outra coisa da visão de ser ex-ator, especialmente do meu caso, é ver outra perspectiva da peça. Na primeira apresentação de cada um criamos um padrão [mental] do que muitas vezes achamos que é o correto, tentei orientar a equipe a fazer como eu tinha feito e visto, mas realmente em cada equipe há uma interpretação diferente. Foi uma coisa interessante.

Minha mãe assistiu ambas apresentações, e ela disse que achou essa apresentação com os atores mais soltos e naturais do que a da ABU da USP. Os atores não tinham preocupação em dar clareza às falas, de dicção das palavras, mas acabou trazendo mais naturalidade à peça.”

Já a atriz Laura Marcondes disse:

“O que mais me surpreendeu foi que, apesar de no começo dos ensaios parecer muito difícil da peça sair, conforme o tempo foi passando conseguimos fazer uma coisa bem legal. Acredito que Deus tenha nos abençoado muito. Acho que, durante o Experimento Marcos, Deus falou comigo sobre como é possível me dedicar mais a estudar a Bíblia, porque com a responsabilidade de estudar para a peça todos tiveram que arranjar tempo para ler e conseguimos. Então estudar mais é possível e necessário. Não só estudar mas também praticar.”

Nossa próxima apresentação será no dia 1º de dezembro, às 19h30, entre Americana e Santa Bárbara D’Oeste (SP), na Rua do Césio, 509 – Mollon. A equipe mescla participantes de diversas igrejas da região. Ore por eles e por aqueles que já viram e vivenciaram o Experimento Marcos!